Precificação para Loja! Qual é a diferença entre preço bruto e preço líquido

Avatar Grupo Elian em 24 de outubro de 2019

Estabelecer a precificação dos produtos da sua loja de roupas pode ser uma questão complicada, pois há sempre muita preocupação em gerar lucros sem deixar a satisfação do cliente de lado.

Um dos primeiros passos em direção ao sucesso é definir o seu preço de venda, assim você atrai mais clientes e se mantém forte em relação à concorrência. 

Entenda como gerar mais resultados através da precificação para sua loja no Crescer com Elian!

 

Por que é importante calcular a formação de preço de venda? 

Há inúmeras razões para ser criterioso ao definir o valor para a venda das suas mercadorias, e elas vão bem além da estratégia de atração de novos clientes. 

Caso não haja precisão na sua definição de preços, há possibilidade de perder clientes por praticar preços acima da concorrência, ou ainda sofrer prejuízos pela venda de seus produtos abaixo do custo.  Com preços bem ajustados, os benefícios são muitos:

 

Para isso, a receita mais fácil a ser seguida é a de levar em conta seus custos, sem deixar de considerar o seu mercado.

 

O que é Preço de Venda?

O preço de venda é o valor que sua empresa atribui aos produtos para cobrar dos seus clientes. Esse valor precisa cobrir todos os custos que você tem para vender e obter lucro sobre seus produtos. Um modelo de estrutura de formação do preço de venda pode ser:

Essa é uma estrutura genérica que facilita a definição do preço de venda, mas existem várias outras formas, como o markup, que abordaremos ainda nesse texto. 

Conheça também outros indicadores de vendas que você deve analisar para ter mais faturamento em sua loja.

 

Defina seu Preço de Venda

Depois de definir alguns conceitos básicos, fica mais fácil prosseguir com a definição dos preços para a sua loja de roupas.

©Snowing

Para isso, sugerimos seguir um passo a passo para simplificar o processo: 

 

1 Comece pelo sistema tributário

Em qual sistema tributário sua empresa está enquadrada: simples, lucro real ou lucro presumido?  Isso ajudará a formar uma noção melhor sobre a quantidade de despesas existentes para fornecer o produto que está sendo precificado.

 

 

©Pressfoto

 

2 Calcule seus custos

Crie uma tabela de custos levando em conta todos seus custos fixos e variáveis. Nessa etapa é possível descobrir que alguns preços não podem ser praticados para os seus produtos, portanto, seja bastante criterioso! 

©Freepik

3 Forme sua primeira categoria de preço

 

Segundo especialistas em administração de empresas, essa é a parte em que se deve pensar no preço de venda líquido do seu produto. Para isso, basta imaginar seu produto livre de qualquer tributação ou desconto para o consumidor final. Com esse número definido, também chamado de PVL (Preço de Venda Líquido), fica mais simples formar os demais dados necessários. 

O PVL é igual ao custo dividido por 1 menos o percentual da sua margem de lucro.

Exemplo: se o seu custo for de R$200 e a margem for de 20%, o PVL será de R$160.

©Snowing

 

Chegue ao preço de tabela

 

Nesse passo é fundamental considerar o sistema tributário, premiações de funcionários, possíveis descontos para clientes, etc. Dessa maneira, você definirá um preço bruto, aquele que será apresentado ao mercado. 

Recomendamos que, nessa etapa, um contador seja consultado.

©Freepik

 

 

5 Posicione-se no mercado

 

Chegou a hora de olhar o mercado e verificar se o preço praticado pela sua empresa está coerente com os praticados pela concorrência. Caso esteja acima, você pode reduzir os custos, ou ainda, oferecer diferenciais ao seu cliente, como serviços de consignado de roupas e consultoria de moda, por exemplo. Se estiver abaixo, é possível aumentá-lo ou mantê-lo como um diferencial para o seu negócio.

 

Qual a diferença entre preço bruto x preço líquido? 

O preço líquido é o preço do produto livre de taxas e tributações. Para defini-lo é preciso extrair seus custos no geral, sejam eles impostos, descontos, comissões, etc. Após essa subtração, o valor que restará é o correspondente ao seu preço líquido. 

Já o preço bruto é definido pelo valor final do seu produto – aquele que será disponibilizado no mercado. É o seu preço líquido acrescido de todas as taxas necessárias para a comercialização da mercadoria, mais a sua margem de lucro. 

©Freepik

 

O que é markup? 

A definição de preços pode ser desenvolvida com base em diversas metodologias. O markup corresponde a um método baseado nos custos envolvidos em cada produto, cujo objetivo principal é encontrar um preço que cubra as despesas e também ofereça o lucro desejado. 

Porém, não estamos falando aqui da margem de lucro, e sim de uma estimativa  considerada como a mais adequada para a sua loja de roupas. Nesse aspecto, o markup funciona como uma espécie de simplificador e lhe trará maior segurança em relação ao seus resultados, pois é uma forma de assegurar que os preços contemplam tudo o que foi gasto. 

Esse método funciona como uma fórmula na qual são dispostos os valores de tudo que é despesa operacional, mais a margem de lucro e o custo de produto. No varejo, os custos devem se concentrar na distribuição, ou seja, tudo que é pago para que os itens cheguem a sua loja.

Embora pareçam complicadas, as ferramentas de gestão, assim como o markup, são simples de serem adotadas. É por meio delas que você conseguirá medir e alavancar o sucesso do seu negócio!

 

E você, quais métodos de precificação usa na sua empresa? Compartilhe com a gente!

Já conhece todas as nossas marcas e as novas coleções? Faça seu pedido agora pelo Venda Mais, a loja online do Grupo Elian exclusiva para lojistas!

 

Avatar

Publicado por Grupo Elian

Há quase 03 décadas vestindo crianças, adolescentes e adultos com roupas de qualidade, estilo e muito conforto. O Grupo Elian é responsável pelas marcas Elian, Elian Beats, Colorittá e Marialicia, presente em todo o Brasil e também no exterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *